Noticias

Presidente Figueiredo realiza V Circuito de Pesca Esportiva

Presidente Figueiredo realiza V Circuito de Pesca Esportiva

Realizado em três etapas, evento vai movimentar o lago de Balbina, um dos maiores polos de piscicultura do Amazonas e cheio de atrativos naturais 

Ele pode ser considerado o ‘ouro do rio’. Com escamas amareladas e manchas pretas verticais pelo corpo, o tucunaré destaca-se entre as águas doces da Amazônia e de outras regiões do país. Além da beleza impressionante, é um predador por excelência – sua voracidade é tamanha que ele é capaz de atacar anzóis mesmo sem isca. É por esse conjunto de características que o peixe é considerado símbolo da pesca esportiva no Brasil.


Esse mesmo personagem mais uma vez entra em cena no V Circuito de Pesca Esportiva de Presidente Figueiredo, município distante a 107 km Manaus. O evento, realizado pela Prefeitura Municipal de Presidente Figueiredo sob a coordenação da Secretaria Municipal de Cultura e Eventos (SEMCULTE) e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), vai premiar o pescador que conseguir fisgar o maior tucunaré nas águas do Lago de Balbina, pela somatória de pontos no ranking geral. E conforme manda as regras da pesca esportiva: para garantir o título, o peixe tem que ser devolvido para a água em condições de sobrevivência e sem danos.
Chegando à 5ª edição, o Circuito destaca-se em sua categoria e tem atraído competidores de várias regiões do Estado, movimentando o ecoturismo na região. Neste ano, será realizado em três etapas: 18/04/2015 – no Porto do Mirandinha (Vila de Balbina, AM 240); 04/07/2015 – no Porto da Comunidade Rumo Certo (Lago de Balbina, BR 174 – km 165); 01/08/2015 – também no Porto do Mirandinha, data da grande final.
As inscrições são gratuitas e podem ser feitas antes da largada da 1ª etapa (no dia 18/04) ou por meio do site: www.presidentefigueiredo.am.gov.br, onde também consta o regulamento oficial. Basta preencher a ficha disponível no portal e enviá-la para o e-mail: semma_pf@hotmail.com. Importante: para garantir a participação na competição, é necessário apresentar a carteira de pescador amador atualizada. 
Outro detalhe é que a disputa limita a participação de pescadores profissionais. “Como se trata de um concurso com regras bem claras, os pescadores profissionais só poderão ser piloteiros. Ou seja, eles podem orientar o competidor da sua equipe, mas não podem pescar. A exclusão dos mesmos pode ser feita através de uma denuncia comprovada, feita por qualquer participante”, explicou Jeconias Ferreira, secretário da SEMCULTE e organizador do evento.
O secretário também explica que é importante estar atento a todas às regras do concurso, e fazer um check-list dos itens obrigatórios como: colete salva-vidas (tanto para o competidor como barqueiros), vara, molinete, carretilha, fly e linha de mão. “Uma das nossas principais preocupações é a segurança dos participantes e o respeito às normas e políticas ambientais. Por isso, mais uma vez firmamos a parceria como a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS) e o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBIO), que atuarão na organização e fiscalização do evento”, disse Jeconias. 
Na inscrição, o competidor pode escolher se participará sozinho ou em equipe, sendo formada por no máximo dois pescadores e um barqueiro. O Circuito terá como critério a modalidade embarcada, e os competidores só poderão utilizar iscas artificiais. Barcos, remos, motor, entre outros acessórios são de responsabilidade dos participantes. Aqueles que desrespeitarem qualquer item do regulamente serão automaticamente eliminados.  
A classificação será feita pela somatória de pontos, que incluem a pesagem e medições dos peixes. Ao final de cada etapa, o competidor/equipe apresentará à comissão técnica até três tucunarés para contagem dos pontos. O peixe será medido do comprimento da boca ao fim da cauda, e cada centímetro vale um ponto. O competidor não é obrigado a participar das três etapas. Isto porque a classificação será definia pela média das duas maiores pontuações por etapa, sendo eliminada a de menor pontuação.  
Ao final da 1ª, 2ª e 3ª etapa haverá a entrega de troféus, medalhas e premiação aos competidores que obtiverem as maiores pontuações. A grande premiação final será realizada na 3ª etapa (no dia 1º de agosto), seguindo a ordem: 1º lugar (01 bote de alumínio, 01 motor 15 HP e 01 carreta); 2º lugar (01 motor 15 HP); 3º lugar (01 bote de alumínio). Durante o encerramento, também haverá o sorteio de 01 motor 15 HP para os pescadores da 3ª etapa e um motor rabeta de 6,5 HP para os barqueiros.
O prefeito Neilson Calvante (PSB) vê o evento como uma forma de desenvolver o turismo local e de apresentar outros potenciais da região. “Além de movimentar o nosso setor turístico, que é uma das principais atividades econômicas do município, o Circuito de Pesca Esportiva também surge como estratégia de desenvolver e apresentar um novo futuro que começa a se desenhar para Presidente Figueiredo. Há dois anos, iniciamos um grande projeto nas comunidades, voltado à criação de peixes em tanques escavados por famílias da nossa agricultura familiar. Hoje, estamos trabalhando para que Figueiredo, além da Terra das Cachoeiras, seja conhecido como a Terra do Peixe”, declarou.

O que é: V Circuito de Pesca Esportiva de Presidente Figueiredo
Quando e onde: Em três etapas, no município de Presidente Figueiredo. 18/04/2015 – no Porto do Mirandinha (Vila de Balbina, AM 240); 04/07/2015 – no Porto da Comunidade Rumo Certo (Lago de Balbina, BR 174 – km 165); 01/08/2015 – também no Porto do Mirandinha.
Informações: (92) 3324-1115 / 3324-1158
E-mail: semcoe@pmpf.am.gov.br / semma_pf@hotmail.com
Por Amarinildo Osório
Fotos: André Amazonas 
Presidente Figueiredo realiza V Circuito de Pesca Esportiva Presidente Figueiredo realiza V Circuito de Pesca Esportiva Reviewed by Portal do Urubui on 07:07 Rating: 5